Artigo de Joaquim Armindo, escrito no Jornal Voz Portucalense

by

KADAFI: A PESSOA

 

A criação, que tudo compreende, é boa, “ e Deus viu que tudo era bom!”, diz-nos o mito de origem, escrito em Génesis, sobre a criação da humanidade. Quando o mesmo mito de origem, nos conta a história de Adão e Eva, uma desobediência ao bem, no segundo relato da criação, do mesmo livro, eles sofrem pelos seus actos, aqui não existe um “castigo”, mas um sofrimento pelo mal que é feito à Criação. Deus na sua justiça não mata, não assassina, mas leva a consciência da rotura entre quem pecou e a Criação perfeita. Este poema da criação da Humanidade é muito belo, e traduz a verdadeira face de Deus, perante os homens e as mulheres, e todo o resto criado, ou em constante criação, mesmo hoje.

Kadafi, era um homem, uma pessoa, criado por Deus, e ninguém pode rejubilar pelo seu assassinato. Foi, é!, uma criatura em tudo formado à imagem e semelhança do Deus Uno-Trino, não podem existir sentenças executórias da vida. Ele foi um ditador, de ameaça constante à liberdade, assassino de homens, mulheres e crianças, mas foi o mesmo que recebido em Portugal, teve honras de grande homem, o mesmo que recebido nos países europeus ou nos Estados Unidos, sempre acarinhado. Onde estavam a voz dos Obamas, que agora rejubilam pelo seu assassinato, em denúncia por todos os atropelos e crimes contra a humanidade? Onde? Há sombra de negócios, tendo por conta a centralidade do dinheiro, do petróleo e quejandos, em todo o lado foi recebido muito bem, e até instalava tendas para as suas estadias. E qual a voz que se levantou para acusar Kadafi das atrocidades cometidas? E vamos ver a partir de agora o que sucede à Líbia, onde estará a unidade da luta pela dignidade humana, que não foi considerada neste assassínio.

Não defendo o que fez ou não Kadafi, horrorizo-me por isso, são crimes que não podem ficar impunes, mas um atentado à vida, é mesmo um atentado. A comunicação social, que teceu loas a este homem, agora partilha imagens sem moral. São atitudes destas, que em nada contribuem para uma nova ética mundial. Compreendo a desorientação dos assassinos, mas não posso aceitar.

Kadafi, é uma Pessoa, o que fez, seria julgado, de acordo com a justiça dos homens, mas não massacrado, como se viu, isso é um desprezo da sua condição humana. Estas mortes não contribuem para a Paz, antes a submetem a novas violências. Assim não fez Deus, o Criador do Universo, no mito de Adão e Eva.

Joaquim Armindo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: