Caso Freeport visto por Freitas do Amaral

by

«Do ponto de vista do direito administrativo, não encontro nada que possa ser considerado ilegal, a menos que a partir de amanhã surjam dados novos que não conheço», disse, acrescentando que, quanto ao aspecto criminal, não existem provas.

Em declarações à SIC Notícias, Freitas do Amaral estranhou que um projecto que passou pelas mãos de diversos partidos esteja agora a ser usado contra o primeiro-ministro, José Sócrates.

O antigo governante afirmou que «o decreto-lei, que tem sido apontado como a grande causa de culpabilidade de José Sócrates, foi promulgado pelo Presidente da República» Jorge Sampaio e «referendado pelo primeiro-ministro Durão Barroso».

«Isto significa que a teoria de que o decreto-lei foi feito por causa de umas “luvas” não tem qualquer fundamento, a não ser que me venham provar que o Dr. Durão Barroso também recebeu “luvas”, bem como o Dr. Sampaio. Parece-me que estamos a cair num grande exagero», disse.

Freitas do Amaral mostrou-se ainda convencido de que está a ser montada uma campanha de raiva, num clima de medo com as eleições à vista.

O antigo chefe da diplomacia portuguesa frisou que, até agora, houve «muito nervosismo», o que «deixa fica mal as pessoas que estão a fazer esse jogo de lançar suspeitas e acusações, num estado de desespero e de raiva».

«Serão pessoas que estão com medo de perder as eleições?», questionou

Anúncios

3 Respostas to “Caso Freeport visto por Freitas do Amaral”

  1. João Couto Lopes Says:

    Como se explica isto, quem mente?

    Quarta-feira, Janeiro 28, 2009
    José Sócrates suspeito – O Procurador Geral da República deve substituir Cândida de Almeida

    A TVI acaba de noticiar que José Sócrates é suspeito no Reino Unido.
    Cândida de Almeida disse hoje que não havia suspeitos no caso Freeport.
    Bom, isto é inadmissível.
    Se há uma rogatória e Sócrates é suspeito no Reino Unido porque não é cá em Portugal?
    Penso que a Drª Cândida de Almeida está muito cansada e necessita de ser afastada de grandes responsabilidades.
    É imperioso que o PGR substitua a Drª Cândida de Almeida no DCIAP.
    Por outro lado, a Drª Cândida de Almeida é simpatizante do Partido Socialista e parece que foi membro da Comissão de Honra da candidatura de Mário Soares, bem como o defunto maridon foi.
    Este processo Freeport não deixar de ser encarado como muito grave.
    É importante que seja nomeado outro Procurador Geral Adjunto para o DCIAP. E já.
    Está em causa a credibilidade internacional do Estado Português.
    É necessário uma firme conduta contra a influência da Maçonaria no processo, pois o PS domina a maioria das lojas maçónicas portuguesa e por sua vez estas controlam o PS , via Grande Oriente Lusitano.
    Só uma colaboração entre as polícias britânicas e portuguesas é adequada à investigação da verdade.
    Parece que Cândida de Almeida foi contra.
    Nao pode ser.
    Esperamos uma atitude do Presidente da República.
    Por fim, vamos imaginar , como hipótese académica que eu era Presidente da República . E que o meu irmão estava suspeito no caso BPN! O que faria?
    Mesmo assim eu teria de cumprir e fazer cumprir a constituição! Linear. Ou demitir-me!

    • Andrade Ferreira Says:

      Vindo de quem vem o comentário não me causa nenhum espanto.
      É claro que para o Sr. João Couto Lopes antes mesmo da justiça apurar o que quer que seja, já o Primeiro Ministro José Sócrates foi indiciado, julgado e condenado.

      Enfim, vindo de alguém que há algum tempo teve o desplante de dizer que tem um processo judicial em curso há vários anos, que não se resolve, e a culpa é do governo, isto vale o que vale…

      Julgamentos populares ou em praça pública sabemos pela história os resultados que deram. Felizmente para nós, não estamos nem nos tempos da Santa Inquisição nem nas “amplas liberdades” do Estaline.

  2. João Couto Lopes Says:

    ESTE TEXTO NAO FOI PUBLICADO ATÉ HOJE NO BEM COMUM

    Dia 1-2-2009
    Sr. Andrade. Ferreira.

    Eu tinha dito que não lhe endereçava mais nada, e disse para mim mesmo não mais comentava textos do senhor, porque para mim as pessoas valem o que valem. Pela sua coerência pelo que dizem e pelo que fazem.

    Não é por se ter mais ou menos estudos académicos que somos os donos da verdade e mais correctos que os outros.

    O senhor A. Ferreira, aqui no Blogue tem dito coisas sem fundamento sobre o PCP e eu não tenho comentado, por ser coerente com o que disse em finais de Novembro de 2008, não comentava mais nada seu.

    Ver texto abaixo (ponto1)

    Mas desta vez não poço deixar de comentar o texto do Senhor,.por este, e outro anterior, roçarem a mentira e o insulto á minha pessoa, não lhe aceito isso. Sempre respeitei o senhor A. Ferreira.

    Sr. A. Ferreira, sou deficiente motor, não sou deficiente mental.
    Com todo o respeito com aqueles que por infortúnio o são.

    O senhor A. Ferreira invoca o meu nome em coisas que eu não disse, tenho em mente de já lhe ter dito que o que mais me repugna é a mentira, e o insulto gratuito.

    O senhor como intelectual e politico, devia ter mais arcaboiço para entender o que é politica e o que é pessoal, sendo o senhor um dos autores do Blogue Bem Comum, devia respeitar, ler e entender melhor o que é comentado no blogue.

    Eu num determinado comentário digo ter um processo judicial em curso há vários anos, quase 7 que não se resolve, e que a culpa é do governo, não será?.

    Os tribunais estão atrasados tantos anos e a culpa é minha?.

    O senhor se quisesse ser verdadeiro, dizia que nesse comentário digo que a empresa envolvida no acidente que me amputou as duas pernas é do estado, isso o senhor não disse. (não lhe dava jeito, só lhe interessava denegrir o meu nome).

    Eu não tive o desplante!, eu afirmo, tenho princípios.

    1. Dezembro 2, 2008 às 9:44 pm

    Sr. A. Ferreira o Senhor levou a mal.
    já vi que não tem sentido de humor, não era com intenção de o por mal disposto que eu disse que a azia passava com ENO, foi com humor não para ferir o Sr. Doutor nem a profissão digna que exerce o de ser Medico.
    Mas uma vez que o Sr. Doutor fica chateado por tudo e por nada, não lhe vou endereçar mais nada, desde que da parte do Senhor Doutor A. Ferreira também não o faça (com directas ou indirectas).

    1. Dezembro 2, 2008 às 10:48 pm

    Sr. João Couto Lopes:
    Sempre que me dirigi a si fi-lo tratando-o pelo nome. Nunca o fiz nem farei com “indirectas”.
    Quanto ao dizer que não voltará a endereçar mais nada, fico-lhe grato.
    Cumprimentos,
    Andrade Ferreira

    Não conheço o senhor de lado nenhum , nem o senhor a mim, quero deixar aqui bem claro que não tenho nada contra o Partido Socialista nem seus militantes, tenho sim contra a cúpula Socialista entendesse por cúpula, o governo que tem feito politica de direita

    Como leitor, que por vezes comento aqui neste Blogue, não vi de bom agrado ser insultado por um dos autores desse Blogue, aconselho o senhor a ficarmos por aqui, porque também sei ser mal educado se preciso for, mas nao quero

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: