Más noticias da Europa

by

https://i1.wp.com/ec.europa.eu/news/images/economy/090119_1.jpg

A Comissão Europeia estima que o crescimento económico desceu para cerca de 1% em 2008 quer na UE quer na zona euro, depois de ter registado pouco menos de 3% em 2007. De acordo com as últimas previsões, o PIB real sofrerá uma diminuição de quase 2% em 2009, antes de voltar a aumentar cerca de 0,5% em 2010. Estes números são inferiores aos das previsões do Outono.

Prevê-se um aumento do desemprego para este ano, devendo a UE perder cerca de 3,5 milhões de postos de trabalho. A taxa de desemprego da UE deverá aumentar para 8,75% (9,25% na zona euro) em 2009, tendência que se deverá acentuar em 2010.

As finanças públicas também serão afectadas. O défice nominal dos países da UE (uma medida indicativa da insuficiência orçamental) deverá aumentar para mais do dobro este ano, passando de 2% do PIB para 4,5% em 2009 (de cerca de 1,75% para 4% na zona euro). Em consequência disso, prevê-se que vários países da UE registem um défice superior ao limite de 3% do PIB. Em 2010, também se deverá continuar a assistir a um agravamento das perspectivas orçamentais.

Por outro lado, as pressões inflacionistas estão a desagravar-se rapidamente devido a uma diminuição dos preços dos produtos de base. A inflação a nível dos preços no consumidor deverá agora diminuir de 3,7% em 2008 na UE (3,3% na zona euro) para cerca de 1% em 2009 e registar pouco menos de 2% em 2010 (quer na UE quer na zona euro).

A Comissão Europeia costuma publicar previsões económicas quatro vezes por ano, umas mais completas na Primavera e no Outono e outras menos abrangentes (as denominadas previsões intercalares) em Fevereiro e Setembro. Mas, atendendo à gravidade da actual recessão económica, as actuais previsões intercalares foram alargadas por forma a abranger todos os países da UE, incluir mais variáveis do que é habitual e cobrir os próximos dois anos. As próximas previsões completas deverão ser conhecidas a 4 de Maio de 2009.

Anúncios

Uma resposta to “Más noticias da Europa”

  1. João Couto Lopes Says:

    Outra má noticia, mas cá dentro, no portugal das BANANAS.

    Texto do Blogue portucale actual

    Ainda sobre o caso FREEPORT, convém não esquecer este post da Grande Loja do Queijo Limiano:))) E ver este Link interessante!
    Porque eu tenho memória…
    Na altura em que a obra foi licenciada, Março de 2002, José Sócrates era Ministro do Ambiente e Ordenamento do Território e tinha como secretários de Estado José Augusto de Carvalho, Rui Nobre Gonçalves e Pedro Silva Pereira. Luís Capoulas Santos era então Ministro da Agricultura.
    O Freeport de Alcochete abriu em Setembro de 2004, mas funcionou durante muito tempo sem licença de utilização. Foi adquirido pelo grupo Carlyle.

    O caso anda a circular na Justiça portuguesa há anos… e não lhe prevejo o fim, a não ser que alguma jornalista mais espevitada , rebente com a Bomba como fez e muito bem, com o caso Casa Pia…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s


%d bloggers like this: